IMG_9389

5º EMPREENDEDOR DO FUTURO ESTIMULA INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO EM PROJETOS DE JOVENS TALENTOS

No sábado, dia 21 de outubro, aconteceu no auditório do CMFP – Centro Municipal de Formação Profissional/ SENAI, o 5º Empreendedor do Futuro, realizado pela Adetec, em parceria com a Incubadora de Empresas de Lins, Etec, Fatec e outros parceiros.

A programação do evento contou com uma série de atividades ao longo do dia. No período da manhã foram realizadas as palestras com o empresário André Bianchi,  que falou sobre a “Influencia do MindSet do Vale do Silício no Empreendedorismo”, Jean Nishioka, empresário incubado, que discorreu sobre o tema “Empreendedorismo e Tecnologia” e as apresentações dos projetos selecionados.

A tarde iniciou-se com as mentorias de 08 profissionais das áreas de tecnologia, inovação/negócios, marketing/mercado e jurídico. Posteriormente foram realizadas palestras com o empresário da Digital Labs, Anderson Arcenio que falou sobre “Startup: o que é e como começar” e com o empreendedor Guto Schiavon que com o tema “O crescimento do Bitcoin e das Fintechs no Brasil”.

Dos 16 projetos selecionados para participar do concurso no dia 21, 3 foram premiados de acordo com a pontuação dadas pelos avaliadores. De acordo com os avaliadores e mentores, todos os projetos têm capacidade e potencial para se desenvolverem no mercado.

Na terceira colocação o projeto DoeGanhe, formados pelos alunos da Fatec Vitor e Anderson. O projeto tem como base uma plataforma onde o usuário cadastrado (doador de sangue) poderá receber cupons de desconto em lojas conveniadas. Outra funcionalidade da plataforma será ajudar os hemocentros buscando doadores em caso de emergências.

Na segunda colocação ficou o projeto Abajur Ecoluz, constituídos por alunos da Fatec Eriosvaldo e Eliana, que  tem como finalidade um abajur autossustentável que não utiliza de energia elétrica. O projeto está sendo desenvolvido com tecnologia que permite a produção da energia que o aparelho necessita para ligar, outro diferencial do produto é sensor de movimento que contribuirá para que apenas ligue quando houver a real necessidade de luz.

E, por fim, na primeira colocação ficou o projeto Realidade Aumentada para Terapia Ocupacional, do ex aluno da FATEC Juliel Dourado. O projeto tem como base um aplicativo em Realidade Aumentada capaz de ajudar o terapeuta em um grande desafio, trazer a criança do mundo virtual para o mundo real. Com o software a criança poderá interagir com elementos virtuais que ela tanto gosta, porém, no mundo real.

Todos os projetos vencedores serão incluídos no Hotel de Projetos da Incubadora de Empresas de Lins, terão a chance de receber mentorias de grandes especialistas do Brasil e a oportunidade de participar do CASE, maior evento de startup da América Latina.

O evento, novamente mostrou a força da sua proposta, fomentando o empreendedorismo, inovação e contribuindo com a formação dos novos talentos de Lins e região.